Economia

ÁGUA ESCASSA 03/04/2018 07:31

Em Mato Grosso 28% dos pequenos negócios podem ser afetados por escassez de dágua

Micro e pequenas empresas de Mato Grosso sentem mais fortemente o impacto do custo elevado e da crescente escassez do abastecimento de água

Da Redação

Com Assessoria

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae aponta que uma em cada cinco empresas de pequeno porte em Mato Grosso adotam boas práticas, como troca de equipamentos, reaproveitamento e checagem de vazamentos. No entanto, a pesquisa “Uso da Água nos Pequenos Negócios”, fechada em outubro do ano passado com 5.867 empresários de micro e pequenas empresas de todo o país, revela que 14% das micro e pequenas empresas mato-grossenses foram atingidas pelo desabastecimento de água e 44% adotaram alguma ação para reduzir o consumo de água.

Mesmo com as chuvas que ocorrem no início do ano, 28% dos empresários mato-grossenses temem enfrentar o racionamento de água em 2018.A situação é grave e exige o compromisso dos empresários nos esforços para se reduzir a perda e desperdício deste que é um insumo indispensável à todo processo produtivo e para a sobrevivência humana.

Em âmbito nacional, o levantamento revela que uma em cada quatro empresas pesquisadas (25%) faz tratamento da água antes mesmo de utilizá-la e 21% adotam medidas preventivas contra o desperdício de água em seus negócios. A troca de máquinas para permitir a redução do consumo é a primeira medida adotada pelos empresários.

Em 2017, os Microempreendedores Individuais (19%) foram os que mais sentiram o impacto do racionamento nos negócios. Lavanderias, lava jatos, salões de beleza, restaurantes, hotéis, padarias, são exemplos de atividades mais atingidas com a diminuição no abastecimento de água.

“Parte considerável dos pequenos negócios já estão sob o impacto da redução do abastecimento ou racionamento de água, o que inibe investimentos. O Sebrae atua fortemente junto aos pequenos negócios para minimizar esses efeitos. O nosso Centro Sebrae de Sustentabilidade disponibiliza uma série de soluções que podem ser colocados em prática pelos empresários. O tema é oportuno e indicado para a agenda empresarial, tendo em vista a realização do 8º Fórum Mundial da Água, no Brasil”, disse a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes.

Neste cenário, o Sebrae apresentou no 8º Fórum Mundial da Água 20 ideias e startups, por meio do ‘Camp de Ecoinovação: Desafio Água’, com soluções inovadoras e sustentáveis para o uso eficiente, reaproveitamento e reuso, redução do desperdício e poluição da água para o setor privado e público, além de todo o trabalho de consultoria e orientação já realizado pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade, referência nacional, que está localizado em Cuiabá.

Dicas para preservar a água e economizar na conta da empresa:

Lave o carro de sua empresa a seco; faça a captação e use a água da chuva para limpeza de áreas externas (não use a mangueira); oriente seus funcionários a não deixarem a torneira pingando; dê preferência a equipamentos que reduzam o consumo de água (como o aerador nas torneiras); saber ler o hidrômetro ajuda a detectar um consumo fora do normal, sinalize áreas comuns de sua empresa sobre o uso e consumo de água.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo