Estadual

GREVE NA EDUCAÇÃO 03/07/2019 08:58

Sintep se reune com vice-governador para tentar um acordo sobre greve

Reunião com vice-governador busca manter aberto canal de diálogo com o Governo do Estado

Da Redação

Diante da determinação da categoria dos educadores manter a greve e ampliar o movimento, o vice-governador Otaviano Pivetta vai tentar negociar com o Sintep uma caminho que conduza ao fim da paralisação. Uma reunião foi agendada para a manhã desta quarta-feira,03, no Palácio Paiaguás. 

Sem diálogo com Mauro Mendes e sua equipe econômica, o Sintep concordou em encontrar o vice-governador. Segundo Pivetta, o encontro buscará restabelecer um canal de debate, uma vez que ele não está na linha de frente dessa questão.

Para o sindicalista Valdeir Pereira, presidente do Sintep, o encontro pode ser positivo em vários aspectos. "Diante do impasse colocado pelo governo para o cumprimento das pautas da categoria,qualquer solicitação para conversar sobre os pontos da  greve acreditamos ser positiva", afirma.

GREVE REVIGORADA

Depois de duas rodadas de audiências de consiliação frustradas, os trabalhadores e trabalhadoras da educação da rede estadual de Mato Grosso decidiram manter a greve e intensificar a mobilização da categoria com um acampamento na Assembleia Legislativa do estado, até quinta-feira, 04. Também realizaram na terça-feira,uma aula cidadã em frente ao Palácio Paiaguás. O objetivo é cobrar dos deputados estaduais a necessária intermediação para resolução do impasse criado pelo executivo ao descumprir a Lei 510/2013, e de forma arbitrária cortar os salários dos profissionais que reivindicam direitos.

A decisão deliberada na Assembleia Geral da categoria, na segunda-feira, é o primeiro ato de um calendário de mobilizações que buscará despertar nos poderes constituídos, assim como alertar à sociedade, para a desresponsabilização do governo Mauro Mendes, quando descumpre as leis que afetam os profissionais da educação, bem como os estudantes e toda a política construída na defesa da Educação Pública, Gratuita e de qualidade.

Uma aula de cidadania em frente ao Palácio Paiaguás reuniu os educadores para ensinar o governo de que os impactos do corte de ponto ou o não cumprimento da Lei 510/2013, estão intensificando o problema econômico do estado. Diferente da contabilidade feita pelo gestor estadual, focada em quantas escolas voltaram às aulas, deveria se ater a insatisfação dos municípios que estão com sua economia indo para o ralo. A constatação é comprovada nas manifestadas de apoio a greve, apresentada pelas Câmaras de Vereadores nos municípios. 

“Vamos ter que enfrentar esse governo que não tem compromisso com os trabalhadores. Comete um atentado aos direitos dos educadores e a Lei 510/2013, mas o reflexo de sua política de contenção de direitos sociais e educacaionais pode impedir ainda mais a melhoria das condições de vida da população mato-grossense”, destaca o presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira. 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo