Estadual

SALVE-SE QUEM PUDER 25/07/2020 08:09

Mauro Mendes manda abrir o comércio em MT em plena alta de mortes por Covid 19 no estado

O governador decidiu que em Mato Grosso salvar algumas empresas e uns poucos empregos vale mais que a vida de milhares de pessoas

Da Redação

O governador Mauro Mendes (DEM), decidiu assumir para si a responsabilidade pela disseminação do Corona Vírus em Mato Grosso e baixou decreto impositivo determinando a reabertura do comércio e demais atividades não essenciais em todo o estado. O decreto foi publicado no fim da tarde de sexta-feira,24.

Na prática a medida cassa de uma só vez a autonomia dos prefeitos de determinar o que funciona ou não em cada município durante a pandemia e atropela a determinação do juiz Luiz Lindote, da comarca de Várzea Grande, de prorrogar por mais 14 dias o lockdown nas duas maiores cidades de Mato Grosso.

Ao justificar a decisão, Mendes disse que o fechamento do comercio não resolve o problema da aglomeração de pessoas. "Vamos ser muito mais austeros na fiscalização com esse tipo de situação [aglomerações].", afirmou o governador.

Segundo o decreto, nos municípios que estão classificados como de "risco muito alto" de contágio pelo Corona Vírus, o comércio não essencial poderá funcionar com 50% da capacidade. Já nos municípios classificados como de "risco alto", o comercio poderá operar com 70% da capacidade. Nos demais municípios com classificações de médio ou baixo risco, as atividades do comércio em geral e de prestação de serviços estão 100% liberadas.

 Pelo decreto assinado e publicado por Mauro Mendes, ficam impedidos de voltar à funcionar apenas as casas de shows e eventos, cinemas, estádios de futebol e as festas domiciliares. "Seremos intolerantes com festas, eventos e qualquer atividade descontrolada que possa permitir aglomerações e um potencial aumento de transmissão", afirmou o governador.

O governador não mencionou qualquer plano para o enfrentamento de uma provavel aceleração do processo de expansão do vírus nas cidades do interior onde a situação ainda é de baixo risco justamente em função da decisão de prefeitos de manterem o comércio fechado e as atividades não essenciais suspensas.

Emanuel Pinheiro diz que "Cuiabá tem gestor"

Para Pinheiro, a decisão do governador não é um "liberou geral" como pode parecer a primeira vista para a população, comerciantes e prestadores de serviços. "Cuiabá tem regras, leis e tem gestão. Quero deixar aqui registrado, que da mesma forma, também fomos pegos de surpresa com essa nova decisão. Mas, Cuiabá tem gestor, tem leis e normas a serem seguidas”, pontuou o prefeito Emanuel Pinheiro.  

O prefeito disse que vai reunir-se na próxima semana com os representantes dos setores produtivos para discutir o reordenamento para o funcionamento de cada setor. 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo