Nacional

PENETRA ALOPRADO 23/07/2019 07:17

Em protesto contra Bolsonaro, governador baiano e vereadores não participarão de inauguração de aeroporto

O governador Rui Costa do PT, e toda a Câmara de Vereadores de Feira de Santana manifestaram-se ofendidos com o "sequestro" da solenidade de inaguração do Aeroporto Glauber Rocha, pelo presidente Jair Bolsonaro

Da Redação

O comportamento agressivo e ofensivo contra os nordestinos e adversários político-eleitorais de Jair Bolsonaro (PSL), o presidente da extrema direita brasileira, transformou a inauguração do novo Aeroporto Glauber Rocha, em Feira de Santana, na Bahia, em um campo de batalha ideológica e étnica. A obra, um investimento de R$ 106 milhões, dos quais R$ 75 milhões oriundos do governo federal e R$ 31 milhões da administração estadual, será inaugurada nesta terça-feira,23.

A solenidade festiva, inicialmente organizada pelo Governo da Bahia, acabou sendo "sequestrada" pela Casa Civil do Palácio do Planalto que passou a impor uma série da restrições que culminou com a absurda proibição de pouso no local dos aviões da comitiva do governador Rui Costa (PT).

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins ,que é bolsonarista, mandou retirar das vias de acesso ao aeroporto os outdoors que exaltavam a parceria do Governo da Bahia, conduzido pelo petista Rui Costa, com o Governo Federal no governo Dilma Rousseff para a realização da obra.

O clima de animosidade, criado na sexta-feira,19, quando Bolsonaro ofendeu os governadores do nordeste referindo-se à região pelo termo genérico de tom pejorativo "paraíba", foi acirrado pela tentativa canhestra de pedido de desculpas em que, por duas vezes, reforçou a própria visão preconceituosa sobre o nordeste e os nordestinos, ganhou proporções de guerra quando a Casa Civil determinou que o governador baiano só poderia convidar 100 pessoas para a solenidade e anunciou que a população não teria acesso ao terminal do aeroporto.

O governador Rui Costa usou as redes sociais para anunciar que não vai participar da inauguração e aproveitou o vídeo para enaltecer o fato de que a obra só se realizou graças as decisões da ex-presidenta Dilma Rousseff em assinar o convênio de parceria com o então governador do estado, o também petista e hoje senador, Jaques Wagner, e o pagamento da última parcela do investimento federal feito no apagar das luzes da gestão do golpista Michel Temer.

O vídeo de Rui Costa incentivou também os vereadores da Câmara de Feira de Santana a se recusarem ir à inauguração do aeroporto. Em nota, a Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista afirmou que não participará do ato de inauguração do aeroporto Glauber Rocha em protesto às imposições de Bolsonaro.

“Por defender que esse deveria ser um ato público, aberto a toda a população e também pelas dificuldades encontradas para o credenciamento de todos os 21 vereadores, bem como da equipe de comunicação da Casa , a Câmara optou por não ter um representante legal no ato de inauguração.

Acreditamos que, num momento tão importante como este, para o município e região Sudoeste, o aeroporto Glauber Rocha deveria estar de portas abertas para receber autoridades, imprensa e, acima de tudo, a população, que tanto almejou esse equipamento”, ressalta o comunicado.

As atitudes de Bolsonaro acabou transformando o presidente em um "penetra aloprado" no que deveria ser uma solenidade republicana, em que se entregará à sociedade local e brasileira, uma obra financiada inteiramente com recursos dos entes da Federação, que são instituições sem cor partidária, sem DNA étnico, e sobretudo, totalmente  apolítica.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo